A Quality Software S.A. é uma empresa brasileira de Tecnologia da Informação, fundada em 1989 na cidade do Rio de Janeiro, sob a forma de sociedade limitada, pelos senhores Júlio Cesar Estevam de Britto e David Estevam de Britto, hoje Vice-Presidente e Presidente do Conselho de Administração, respectivamente.

Especializada em terceirização de projetos e operação de infraestrutura de Hardware, Software e Sistemas, a Quality segue o conceito de ONE STOP SHOP, ou seja, tudo que uma empresa necessita em TI em um único lugar.

Diante de um cenário de forte desenvolvimento do mercado de Tecnologia da Informação e as excelentes perspectivas econômicas para o Brasil, inclusive com o controle inflacionário e abertura do mercado, no início da década de 1990, a Quality adquiriu o seu primeiro cliente, o Ceasar Park Hotel, no Rio de Janeiro, para o desenvolvimento de sistemas de gestão de patrimônio e estoques.

Em 1994, fez o seu primeiro grande case de Outsourcing de Infraestrutura e Sistemas no Grupo Bozano, um dos maiores conglomerados do país à época, concentrando-se fortemente com este serviço no mercado até o final da década de 90, construindo assim, relações sólidas com os seus clientes e fornecedores.

No início dos anos 2000, com a economia mundial passando por um dos maiores períodos de prosperidade e estabilidade da história e a Internet sendo consolidada como veículo de comunicação em massa e armazenagem de informações, a Quality, em pleno processo de solidificação no mercado, firmou parcerias com os principais fabricantes de tecnologia mundial: a Oracle, a BEA Systems e a Novell.

Nesse mesmo ano, iniciou uma parceria com a CETIP para desenvolvimento e sustentação de seus sistemas Termo, Derivativos, Opções e outros, parceria esta que se mantém sólida e crescente até hoje, em virtude do amadurecimento, diversificação e sofisticação dos produtos financeiros.

Já consolidada no mercado, em 2003 a Quality abre uma filial na cidade de São Paulo para permitir um atendimento presencial aos clientes locais, bem como a expansão dos seus negócios na maior cidade do país.

Em 2004, torna-se o único centro educacional da BEA Systems, empresa especializada em software para infraestrutura de aplicações, hoje incorporada pela Oracle. No ano seguinte, a Quality abre o Centro de Pesquisa e de Desenvolvimento em Manaus para atender a Siemens em projetos de alta tecnologia nos segmentos de telefonia móvel e de IPTV, a Televisão por Protocolo de Internet (do inglês Internet Protocol Television).

Visando dar um salto de qualidade nos serviços prestados, a companhia obtém em 2006 as certificações internacionais CMMI-2 (Capability Maturity Model Integration) e ISO 9001 (International Organization for Standardization) e a nacional MPS.BR-F (Brazilian Improvement Software Process), com o apoio financeiro do BNDES, por meio do PROSOFT, que é um programa para o desenvolvimento da indústria nacional de software e serviços de tecnologia da informação. Ainda em 2006, a Quality passou a ser uma sociedade anônima de capital fechado e já com o pensamento de realizar a abertura de capital ao final de 2013.

Em 2007, com a decisão do governo brasileiro em adotar o padrão japonês de TV Digital, a Siemens decidiu fechar seu centro de pesquisa e desenvolvimento no Brasil e vender sua operação de celulares para a Taiwanesa BENQ. Nesse momento, a Quality se deparou com a perda de 40% de sua receita em um curto espaço de tempo. Essa experiência criou dentro da companhia a urgência em pulverizar sua carteira.

Junto com o espírito de inovação tecnológica promovida pela TV Digital Brasileira, o conhecimento técnico adquirido junto a Siemens em IPTV e a necessidade de apoio financeiro para conduzir os avanços nessa tecnologia, a Quality Software, em parceria com a TOTVS, funda a empresa TQTVD Software em 2007, parceria esta mantida até 2010, quando a companhia transfere as quotas representativas do capital da Sociedade de que é titular para a TOTVS.

Em 2008, o cliente Domingues e Pinho Contadores, sugeriu que o contrato de outsourcing de TI que possuíam com a Quality Software fosse baseado em acordo de nível de serviço. Essa primeira experiência trouxe uma percepção positiva de indicadores de desempenho da prestação de serviço, deixando a avaliação da mesma baseada em fatos e evidencias, e o desacoplamento da relação homem hora do profissional técnico ao faturamento.

Os altos níveis de rentabilidade da companhia aliados a sua estrutura diferenciada de organização e a excelência em processos e ferramentas de gestão de seus negócios, despertou o interesse do BNDES, que viu na Quality um grande potencial de crescimento e de consolidação no mercado de Tecnologia da Informação.

Assim, em 2008, o BNDES Participações S.A. (BNDESPAR) adquiriu 27% do capital social da Quality Software com o objetivo claro de profissionalizar ainda mais a sua estrutura administrativa e assim promover o seu crescimento de forma acelerada e sustentável.

Após um período de forte turbulência, gerado pelas incertezas da economia mundial, o Brasil apresentou grande potencial de crescimento ao atrair a atenção de investidores, configurando um novo ciclo de expansão econômica. Inserida nesse contexto e com o investimento maciço em automação e qualificação dos seus colaboradores, a Quality em 2009 foi classificada entre as 200 maiores empresas de Tecnologia da Informação do país.

Em 2010, com a estratégia de dar foco à Unidade de Terceirização de Projetos e Operação de Infraestrutura (BPO - Business Process Outsourcing), os investimentos da Quality proporcionaram expressivo crescimento de sua carteira de clientes e das margens operacionais, até pelo fato do desinvestimento em TV Digital, com a venda de sua participação na TQTVD para a TOTVS, o que gerou uma expectativa de ganhos relacionados à performance da Quality que se estenderá até o ano de 2014.

Em 2011, com o aumento da base de clientes, a companhia começou a buscar a elevação de seu ticket médio alvo. Nesse contexto, a Quality Software deu um grande avanço ao adquirir um novo contrato de Outsourcing Full com a Veracel Celulose, não somente pelo seu valor, mas também pela criticidade da operação e um novo componente, remuneração variável por performance.

A adoção de remuneração variável em nossos contratos de Outsourcing de TI trouxe uma nova dinâmica para a forma com que a empresa se posicionava na estratégia de seu cliente.

Nesse mesmo ano, outra posição foi consolidada: a de especialista no segmento tecnológico de Middleware, com a aquisição de grandes clientes, tal como NET e Infoglobo.

Em 2011, foi considerada uma das pequenas e médias empresas que mais cresceram no país, segundo estudo realizado pelas empresas Deloitte e Exame PME, fato repetido em 2012, segundo o Anuário Informática Hoje.

Durante o exercício de 2011, a Companhia optou pela incorporação de empresas do seu conglomerado econômico, por estarem inativas, gerando gastos operacionais e sem perspectivas de voltarem a ser operacionais. São elas:

  • QS Gerência de Projetos de Software Ltda.
  • QS Integração e Suporte Técnico de Informática S/S Ltda.
  • QS Digital S/S Ltda.
  • QS Tecnologia e Informática S/S Ltda.
  • QS Projetos de Software Embarcados Ltda.

Em 2012 acontece a transferência de ações de emissão da Quality Software S.A. ao patrimônio da Bering Participações Empresariais S.A., companhia que tem por objeto a compra, a venda, a gestão de participação acionária ou quotas de organizações empresariais.

Como resultado e reflexo das ações de investimento mencionadas acima, a empresa teve um crescimento de 11,5% em 2012, com a obtenção de 33 novos clientes, principalmente nas verticais de: Óleo&Gás, Jurídico e Tecnologia, o que ampliou em 20% a base de clientes ativos, gerando, como consequência positiva desse fato, a majoração da perspectiva de crescimento da empresa para os próximos 4 anos.

No ano de 2013, em função da decisão dos acionistas que compunham a Bering, houve a desconstituição da Bering Participações Empresariais S.A., com a transferência de ações de sua emissão para o patrimônio da Quality Software S.A.

Atualmente, a expertise da companhia engloba a prestação de serviços de (i) assessoramento, orientação, implantação, elaboração, execução, acompanhamento e revisão de planos diretores e trabalhos em geral nos setores de informática, auditoria de sistemas, softwares, próprios ou de terceiros; (ii) treinamento, desenvolvimento de sistemas de suporte técnico, hardware e software, em geral; (iii) design gráfico, editoração eletrônica e diagramação.

Para tanto, a Quality possui abrangência tecnológica multidisciplinar aliada ao emprego de metodologias e processos de trabalho consagrados, o que a qualifica para a prestação de serviço em um contexto internacional, a saber:

  • Gestão de Projetos: PMI (Project Management Institute) e Scrum;
  • Gestão e Operação de TI: ITIL (Information Technology Infrastructure Library), ISO 20000 e COBIT (Control Objectives for Information and Related Technology);
  • Desenvolvimento de Sistemas: CMMI-2 (Capability Maturity Model Integration), ISO 9001 e MPS.BR (Brazilian Improvement Software Process).

O objeto social da Quality consiste em:

  • na prestação de serviços de assessoramento, orientação, implantação, elaboração, execução, acompanhamento e revisão de planos diretores e trabalhos em geral nos setores de informática, auditoria de sistemas, softwares, próprios ou de terceiros; treinamento, desenvolvimento de sistemas de suporte técnico, hardware e software, em geral; design gráfico, editoração eletrônica diagramação;
  • em quaisquer atividades outras com afinidade com as expressas neste parágrafo; e
  • na participação em outras sociedades como sócia ou acionista.

Para o desenvolvimento destas atividades, a Quality possui uma abrangência tecnológica multidisciplinar aliada ao emprego de metodologias e processos de trabalho consagrados por certificações reconhecidas no mundo todo, o que qualifica a Companhia para a prestação de serviço em um contexto internacional. Além disso, mantém parcerias estratégicas com as principais empresas fabricantes de ferramentas tecnológicas do mundo, fato que permite conquistar a confiança das empresas nos serviços da Quality.

A Companhia atua principalmente nos mercados de Óleo e Gás, Advocacia, Seguros, Financeiro e Serviços, mas também presta serviços para empresas das áreas da Saúde, Indústria e Comunicação, setores este em pleno desenvolvimento, contribuindo com os clientes, por meio de inovadoras e facilidades oferecidas, na melhoria no padrão dos serviços e na redução dos custos operacionais.

As vendas estão concentradas (i) em Empresas de Médio Porte, representando cerca de 60% da carteira de clientes, atendidos pela Unidade de Negócio BPO - Business Process Outsourcing; e (ii) em Empresas de Grande Porte, representando os demais 40% da carteira de clientes da Companhia, sendo o objetivo de venda para esse público os serviços especialistas em Middleware, com um ticket mais alto e consequentemente margem, já que a escolha é por diferenciação.

A Quality tem realizado fortes investimentos na automação dos serviços, na qualificação dos colaboradores, bem como em governança corporativa e como resultado e reflexo destas ações, foi possível alcançar um crescimento superior a 30% entre 2010 e 2012, fato que posicionou a Quality entre as 250 PMEs que mais cresceram no país, segundo as revistas Exame PME e Anuário Informática Hoje.

Informações sobre segmentos operacionais

Produtos e serviços comercializados:

Os produtos e serviços ofertados pela Quality estão classificados em 5 (cinco) unidades de negócios, sendo: BPO - Business Process Outsourcing, Fábrica de Projetos, SISEG, Treinamento e Mentoring. A descrição de cada uma delas pode ser observada a seguir:

  • Unidade de Negócio BPO - Business Process Outsourcing

Direcionada a empresas que possuem ou não estrutura própria de informática e que buscam manter o foco em suas competências, concentrando esforços e recursos no seu "core business". Com isso, a terceirização de todos ou parte dos serviços, seja de infraestrutura ou de sistemas, traz vantagens competitivas e maior segurança.

Após um estudo detalhado do perfil da empresa e de suas necessidades, a Quality propõe um modelo de negócio a ser seguido e iniciamos o processo de implantação de um programa de TI, alinhando as melhores práticas de gestão recomendadas pelo ITIL e ISO 20000 e ajustado ao porte da empresa.

Os serviços oferecidos são:

  • Gestão total dos serviços de TI;
  • Service-desk;
  • Desenvolvimento de metodologias de gestão de serviços;
  • Gerenciamento e operação de sistemas;
  • Serviço de apoio técnico (gerenciamento de incidentes, treinamento, integração de plataformas);
  • Monitoramento de Infraestrutura e Sistemas;
  • Gerenciamento de redes;
  • Estudo de capacidade.

Esta unidade de negócios traz como principais vantagens aos clientes a liberação de recursos internos para serem investidos em outras áreas, o aumento da produtividade e da segurança, pelo fato das atividades estarem sendo feitas por profissionais especializados, flexibilidade da estrutura de TI para acompanhar o crescimento do negócio, gerenciamento personalizado, além da redução de custo e indicadores de nível de serviço.

  • Unidade de Negócio Fábrica de Projetos

A Quality está plenamente alinhada com as tecnologias e tendências mais recentes do mercado, o que se reflete nas soluções desenvolvidas pela Fábrica de Projetos.

Em cada projeto, a Companhia busca focar os objetivos e necessidades dos clientes, oferecendo softwares que aumentam a produtividade e os ajudam a atingir suas metas de negócio, infraestruturas robustas e escaláveis que permitam alta disponibilidade, testes que asseguram a consistência do produto e interfaces gráficas intuitivas que permitam explorar todo o potencial da aplicação ou produto pelo usuário.

A Fábrica de Projetos é especializada nos principais domínios computacionais, sejam eles no segmento empresarial ou no de computação pessoal móvel. A Companhia oferece aos clientes os seguintes serviços em tecnologias de fabricantes mundiais ou em Open Source:

Desenvolvimentos de sistemas sob medida:

  • Net;
  • Java.

Soluções de Negócio:

  • Arquitetura Orientada a Serviço (SOA);
  • Ferramentas de Integração de Plataformas e Aplicações (EAI e ESB);
  • Ferramenta de Gestão de Identidade (IDM) e Modelagem de Negócio (BPM);
  • Virtualização de Servidores e Cloud Computing;
  • Portais de Serviço e Comércio Eletrônico.

Infraestrutura:

  • Implementação e Operação de Infraestrutura de Banco de Dados, Exadata, Redes (Lan e Wan) e VPN;
  • Implementação de Sistemas Operacionais Windows e Linux, Correio eletrônico e diretório corporativos;
  • Implementação de Ferramentas de Gerência de Redes, incluindo Open Source;
  • Soluções de segurança da informação;
  • Implementação de Links de Comunicação, VPN e Sistemas de Telefonia Voip;
  • Instalação e fine-tuning de Servidores de Aplicação.
  • Unidade de Negócio SISEG

A Unidade de Negócio SISEG faz a gestão e operação do sistema RNS - Registro Nacional de Sinistros, cujo objetivo é combater a fraude no mercado segurador nacional.

O sistema especialista RNS provê compartilhamento de informações relativas a sinistros de diversos ramos, como automóvel, pessoas, patrimonial, rural e transportes, com a finalidade de análise de risco na aceitação ou liquidação das apólices de seguro.

O serviço engloba todas as seguradoras do Brasil e é patrocinado pela CNSEG (Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais).

  • Unidade de Negócio Treinamento

Com o aumento da competitividade, é fundamental que empresas e profissionais estejam se atualizando constantemente para poderem se destacar no mercado.

A Unidade de Negócio Treinamento tem como objetivo oferecer aos clientes cursos com eficazes métodos de ensino, que aumentam sua produtividade e melhoram sua eficiência, gerando vantagens competitivas.

A equipe de instrutores da Companhia é formada por profissionais certificados, com amplo conhecimento teórico e grande experiência prática em projetos, permitindo a utilização de mecanismos que aceleram a compreensão do conteúdo proposto.

Nossos Centros de Treinamento têm total infraestrutura para proporcionar o máximo de conforto aos nossos alunos e condições para um excelente aprendizado, aumentando seu conhecimento de forma rápida e eficaz.

Atualmente, a Quality oferece os cursos de Oracle e de Teste de Softwares.

  • Unidade de Negócio Mentoring

Muitas empresas esbarram em dificuldades e perdem produtividade devido à falta de conhecimento para administrar e acrescentar novos serviços em seus aplicativos, que são suportados pelas ferramentas de apoio que compõem a infraestrutura da empresa. O uso adequado da Tecnologia da Informação aumenta, em muito, a eficiência e a qualidade dos serviços e produtos oferecidos pela empresa.

O serviço de Mentoring da Quality tem como objetivo prestar uma consultoria orientada para as necessidades específicas de operação da ferramenta implantada na empresa e suas melhores práticas, permitindo que os usuários utilizem a solução de forma mais produtiva e assertiva.

Com o Mentoring, os responsáveis do sistema passam a ter um conhecimento mais aprofundado da ferramenta, principalmente dos recursos de maior importância para a organização, potencializando o uso da solução e gerando vantagens competitivas frente à concorrência.


CÓDIGO
imgCapctha